banner de publicidade do google na horizontal

Grande conjunção do solstício de verão em 2020

A Grande Conjunção do Solstício de Verão em 2020 foi um fenômeno astronômico raro. No dia 21/12 de 2020, os dois maiores planetas do Sistema Solar, Júpiter e Saturno se encontraram no céu.

09/05/2022 - 21:27

Botão do WhatsApp

Telescópio para observação das estrelas

A Grande Conjunção do Solstício de Verão em 2020 foi um fenômeno astronômico raro. E nós não podíamos deixar de registrar aqui no Eu Tenho Direito.

Era uma segunda feira dia 21 de Dezembro de 2020, os dois maiores planetas do Sistema Solar, Júpiter e Saturno se encontraram no céu.

Também conhecida como “Estrela de Belém”, “Estrela de Natal” ou “Grande Conjunção”, esse fenômeno não acontecia há 400 anos e foi visível a olho nu nos céus de todo o Brasil e boa parte do mundo.

Continue lendo para saber que horas foi a grande conjunção do solstício de verão, veja o vídeo ao vivo, fotos e quando acontecerá novamente.

O que é uma conjunção planetária?

A conjunção planetária acontece quando dois planetas aparecem próximos no céu. Essa proximidade dos planetas é uma ilusão de ótica percebida devido à posição na Terra — na realidade, os planetas continuam muito distantes uns dos outros.

Da perspectiva astronômica, uma conjunção planetária ocorre quando objetos celestes compartilham a mesma ascensão reta ou longitude eclíptica no céu.

Veja na imagem abaixo como fica a perspectiva da Terra em uma conjunção planetária:

conjunção planetária

Longitude Eclíptica

É uma linha imaginária que marca a trajetória aparente do Sol no céu durante 365 dias. A longitude eclíptica é medida ao longo da eclíptica em direção a leste a partir da posição do Sol no equinócio de março.

Ascensão reta

Equivale à longitude na superfície da Terra projetada na esfera celeste.

Você também pode se interessar por: Solstício de verão 2022 – O primeiro dia do verão

O que é a Grande Conjunção de Júpiter e Saturno?

A grande conjunção acontece quando Júpiter e Saturno se alinham tão perfeitamente que parecem formar um único corpo celeste. O ápice desse alinhamento raro entre os planetas Júpiter e Saturno é conhecido como Grande Conjunção. Visível a olho nu na maior parte do mundo, desde que o céu noturno esteja limpo e cerca de uma hora após o pôr do sol.

O alinhamento de Júpiter e Saturno é um verdadeiro espetáculo brilhante no céu e é visível a olho nu na maior parte do mundo. Isso quer dizer que você consegue ver a grande conjunção do solstício de verão só olhando para o céu, sem nenhum tipo de equipamento. Esse fenômeno astronômico de alinhamento entre planetas ocorre aproximadamente a cada 20 anos. E a última vez que aconteceu uma grande conjunção foi dia 28 de maio de 2000.

Na maioria das grandes conjunções não é possível ver os planetas se encontrando a olho nu. Mas na grande conjunção de 21/12/2020, tivemos o alinhamento de Júpiter e Saturno mais próximos que os anteriores. Para você ter uma ideia, desde 1623 não avistávamos Júpiter e Saturno tão próximos. E a última conjunção observável ocorreu em 1226, aproximadamente 800 anos atrás.

Grandes conjunções na longitude eclíptica de 1800 a 2100

DadosHora UTCDistância angularElongação SaturnoSigno do Zodíaco
17/7/180222:57:0039′ Sul40,6° LesteVirgem
19/6/182104:56:571°10′ Norte63,3° OesteÁries
26/1/184206:16:5332′ Sul27,1° OesteCapricórnio
21/10/186100:27:0248′ Sul39,7° OesteVirgem
18/4/188101:35:591°13′ Norte3,1° LesteTouro
28/11/190104:37:3326′ Sul38,2° LesteCapricórnio
10/9/192104:13:0357′ Sul9,7° LesteVirgem
8/8/194001:13:201°11′ Norte90,9° OesteTouro
20/10/194004:42:141°14′ Norte164,0° OesteTouro
15/2/194106:36:251°17′ Norte72,9° LesteTouro
19/2/196100:07:1814′ Sul34,9° OesteCapricórnio
31/12/198009:17:241°03′ Sul90,9° OesteLibra
4/3/198107:14:361°03′ Sul155,9° OesteLibra
24/7/198104:13:351°06′ Sul63,8° LesteLibra
28/5/200003:56:271°09′ Norte14,9° OesteTouro
21/12/202006:37:316′ Sul30,1° LesteAquário
31/10/204000:02:471°08′ Sul20,8° OesteLibra
7/4/206010:36:241°07′ Norte41,9° LesteGêmeos
15/3/208001:49:556′ Norte43,5° OesteCapricórnio
18/9/210010:50:401°13′ Sul29,4° LesteLibra

Grandes conjunções em ascensão reta de 1960 a 2100

DataHora UTCPlanetaDistância angularElongação Júpiter
18/2/196114:42:37Júpiter14′ Sul34,6° Oeste
14/1/19817:58:37 Júpiter1°09′ Sul103,9° Oeste
19/2/19817:12:10Júpiter1°09′ Sul141,2° Oeste
30/7/198121:32:22Júpiter1°12′ Sul57,9° Leste
31/5/200010:13:27Júpiter1°11′ Norte16,9° Oeste
21/12/202013:48:52Júpiter6′ Sul30,3° Leste
5/11/204013:19:46Júpiter1°14′ Sul24,8° Oeste
10/4/20609:1:25Júpiter1° 09′ Norte39,8° Leste
15/3/20808:29:24Júpiter6′ Norte43,8° Oeste
24/9/21001:40:38Júpiter1°18′ Sul25,1° Leste

Ou seja, a Grande Conjunção do Solstício de Verão é super rara. A próxima vez será em 15 de março de 2080…

Mas isso é assunto para o final deste artigo, antes vamos responder outras perguntas.

O que é solstício de verão?

É o momento durante o ano em que o caminho do Sol no céu é mais ao norte no Hemisfério Norte (20 ou 21 de junho) ou mais ao sul no Hemisfério Sul (21 ou 22 de dezembro).

Grande Conjunção do Solstício de Verão

A grande conjunção do solstício de verão foi um fenômeno que ocorreu no dia 21 de dezembro de 2020. Neste dia, os dois maiores planetas do Sistema Solar, Júpiter e Saturno, se encontraram no céu e foram vistos em sincronia da Terra a olho nu.

Segundo Juan Diego Soler, astrofísico do Instituto Max Planck da Alemanha, “uma conjunção acontece quando dois planetas parecem estar muito juntos no céu”.  E completa “a conjunção mais famosa, a que mais se repete, é o eclipse da Lua com o Sol”.  Para o cientista “o fato de vermos as mesmas conjunções a cada determinado intervalo de tempo nos confirma que há princípios básicos no universo.”

Para celebrar esse fenômeno astronômico raro, o Google criou uma animação (google doodle) para a grande conjunção do solstício de verão 2020:

animação (google doodle) para a grande conjunção do solstício de verão em 2020

Em qual data ocorreu a grande conjunção do solstício de verão?

A grande conjunção do solstício de verão ocorreu no dia 21 de dezembro de 2020. O alinhamento entre os planetas Júpiter e Saturno pôde ser visto da Terra a olho nu.

Grande conjunção do solstício de verão horários

Para saber que horas vai ser a grande conjunção do solstício de verão é preciso entender de que lugar da Terra você estará e o que pretende ver no céu.

Segundo Gustavo Rojas, astrofísico da Universidade Federal de São Carlos, os planetas ficam mais brilhantes no céu do início da noite, a oeste. No Brasil o melhor horário para ver a grande conjunção do solstício de verão é entre 18h e 19h (horário de Brasília), um pouco antes do pôr-do-sol.

Como ver a grande conjunção do solstício de verão? Passo a passo

O alinhamento planetário entre Júpiter e Saturno pode ser visto em todo o mundo, mas quem vive próximo à Linha do Equador vai ver mais de perto.

Para ver a grande conjunção do solstício de verão procure um lugar com céu limpo entre às 18h e 20h (horário de Brasília) e olhe para o céu buscando dois pontos brilhantes a oeste, ou seja, bem na direção do sol. Para quem tem binóculo ou telescópio, também é possível ver alguns trópicos e luas de Júpiter e, até mesmo, os anéis de Saturno.

Veja o passo a passo a seguir sobre como ver a grande conjunção do solstício de verão:

1 – Encontre um lugar com céu limpo

Para ver a grande conjunção do solstício de verão a olho nu você precisa encontrar um lugar onde o céu esteja limpo e sem nuvens. De preferência, encontre um lugar mais calmo, onde seja possível ver o céu sem interferência de prédios e luzes.

2 – Olhe para o céu entre 18h e 20h

O melhor horário para ver a conjunção planetária a olho nu é um pouco antes do pôr-do-sol.  O início da noite é o melhor momento para observar a grande conjunção do solstício de verão a olho nu. Esteja preparado entre 18h e 20h (horário de Brasília) para olhar para o céu.

3 – Procure a direção oeste

Entre 18h e 20h olhe para o céu na direção oeste, ou seja, onde o sol se põe para ver a grande conjunção do solstício de verão.

4 – Busque Júpiter e Saturno

Olhe na direção do pôr do sol, entre 18h e 20h em um lugar com céu limpo e busque pelos dois pontos mais brilhantes. Na grande conjunção do solstício de verão os planetas Júpiter e Saturno ficam completamente alinhados no céu da Terra. Como acontece um uma época com poucas estrelas, é fácil encontrar os planetas no céu. São os pontos mais brilhantes na direção oeste e estão totalmente alinhados. Júpiter brilha mais e fica à esquerda, já Saturno fica à direita.

Grande conjunção do solstício de verão horário para onde olhar?

Olhe para o céu em um lugar que esteja sem nuvens entre 18h e 20h na direção em que o sol se põe, ou seja, na direção oeste. Busque por dois pontos brilhantes. O planeta Júpiter é mais brilhante e estará à esquerda, assim como Saturno estará mais à direita.

A grande conjunção do solstício de verão ao vivo

A Universidade Federal do Ceará, através da Seara da Ciência, fez a transmissão ao vivo da grande conjunção do solstício de verão 2020. Com o objetivo de divulgar e popularizar a ciência para alunos, professores e o público em geral, o evento astronômico raro foi transmitido no Youtube. O evento teve comentários do prof. Dr. Ednardo Rodrigues  e da equipe do Grupo de Astronomia da Seara.

Acompanhe o vídeo gravado da transmissão da grande conjunção entre Júpiter e Saturno:

Quando a grande conjunção de Júpiter e Saturno acontecerá de novo?

O alinhamento entre Júpiter e Saturno acontece a cada 20 anos, alguns podem ser vistos a olho nu, outros precisam de equipamentos especiais, como um telescópio.

Veja quais são as datas das Grandes Conjunções entre Júpiter e Saturno até o ano 2100:

Data do solstício de verãoComo ver os planetas
31 de Outubro de 2040Antes do amanhecer a leste, próximo do Sol.
Mas Júpiter e Saturno não estarão tão próximos um do outro
07 de Abril de 2060Durante pôr do Sol a oeste, mas dessa vez Júpiter e Saturno
não estarão tão próximos
15 de Março de 2080Antes do amanhecer a leste, os dois gigantes gasosos estarão
bem coladinhos e fáceis de serem observados, como foi em 2020
18 de Setembro de 2100Durante o pôr do Sol a oeste, não estarão tão próximos como em 2020,
mas teremos Mercúrio próximo de Júpiter e Saturno.

Grande conjunção do solstício de verão astrologia

No dicionário Oxford, a astrologia busca “decifrar a influência dos astros nos acontecimentos e na vida das pessoas”. Por isso, a grande conjunção do solstício de verão é analisada também pela astrologia.

Em artigo publicado na revista Vogue sobre o significado da grande conjunção do solstício de verão na astrologia, Lívia de Bueno afirma: “Estamos há 200 anos vivendo sobre a influência de encontros desses grandes planetas em signos do elemento terra, o que representa uma sociedade mais conectada à matéria”.

Segundo Lívia, “o raro alinhamento de Júpiter e Saturno simboliza o ancoramento de energias da Era de Aquário, poderá ser visto no céu a olho nu como a ‘Estrela de Belém’ e acontece junto com o Solstício que abre o verão”. E completa, “agora, com esses planetas avançando para Aquário, um signo de elemento ar, vamos ver cada vez mais a valorização de ideias”.

Entenda por que a grande conjunção se chama “Estrela de Belém”

O alinhamento de Júpiter e Saturno que ocorrerá nesta segunda feira 21 de Dezembro de 2020 ficou famoso por outros nomes além de grande conjunção, são eles: Estrela de Belém e Estrela de Natal. Não é por coincidência que apelidaram o fenômeno da grande conjunção de Estrela de Belém. E sim porque o fenômeno acontece em datas próximas ao natal. Mas não é só isso por isso também.

Segundo a bíblia, a Estrela de Belém foi responsável por guiar os Três Magos até o local do nascimento de Jesus. A data em que isso ocorre coincide com o solstício de verão no hemisfério Sul e a proximidade com o Natal. Na antiguidade a data do solstício de inverno no hemisfério Norte ocorreu no dia 24/12 e era a noite mais longa do ano.  Então o dia 25/12 marcava o início de noites cada vez mais curtas, ou seja, saía de um período de trevas para a luz em que o ápice do dia mais longo ocorria em junho, marcando o solstício de verão no hemisfério Norte”, explica Ricardo Melo, do Clube de Astronomia de Brasília. 

A teoria de que se trata do mesmo fenômeno é do astrônomo alemão Johannes Kepler e foi proposta no século 17.  Segundo ele, essa mesma conjunção planetária teria acontecido por volta do do ano 6 A.C. e seria ela que estaria sendo citada na história do nascimento de Jesus Cristo.

Camilla Viriato
Camilla Viriato

Mineira, empreendedora e bacharel em direito, fundou o etd em 2016 por acreditar que toda pessoa tem o direito e a liberdade de saber. Através da internet, leva informação simples e organizada para milhões de pessoas.

{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
10/05/2022 - 20:47

Saiba como ser autodidata com 3 técnicas de estudo e aprenda a otimizar o gerenciamento do seu tempo e seus resultados. Veja sobre Mapas Mentais, Pomodoro e GTD.

Ler mais.
19/05/2022 - 20:31

Como ser Autodidata: conheça 3 técnicas para facilitar seus estudos
07/05/2022 - 16:37

Preparamos tudo que precisa para entender o que faz do solstício de verão o dia mais longo do ano.

Ler mais.
19/05/2022 - 18:56

Solstício de verão 2022 – O primeiro dia do verão
17/12/2020 - 06:00

A Grande Conjunção do Solstício de Verão em 2020 foi um fenômeno astronômico raro. No dia 21/12 de 2020, os dois maiores planetas do Sistema Solar, Júpiter e Saturno se encontraram no céu.

Ler mais.
09/05/2022 - 21:27

Grande conjunção do solstício de verão em 2020
>
Success message!
Warning message!
Error message!