banner de publicidade do google na horizontal

Como funciona a busca do Google?

Você consegue imaginar como o Google funciona? Neste artigo fizemos um resumo do filme lançado pela empresa em 2019.

24/04/2022 - 14:11

Botão do WhatsApp

Imagine que você queira saber quem foi o primeiro Presidente do Brasil...

O que você faria? Provavelmente iria pesquisar no Google, assim como milhares de pessoas ao redor do planeta.

Apesar da internet ser um fenômeno recente, ela trouxe muitas facilidades para nossas vidas.

O Google, por exemplo, é capaz de fornecer todas as respostas que você deseja quase instantaneamente.

Mas você consegue imaginar como uma pessoa tinha acesso à informação antes da Internet? 

Como a informação era disseminada séculos atrás? O que fizemos para chegar até o Google?

Em comemoração aos 20 anos da empresa, foi lançado um filme explicando como funciona a pesquisa do Google.

Neste artigo vamos te mostrar os principais pontos do filme e qual o grande segredo por trás do funcionamento do Google.

O mundo antes da Internet

O filme “Trilhões de Perguntas, Nenhuma Resposta Fácil: Um filme sobre como funciona a Busca do Google” foi lançado em 2019 e conta com 58 minutos de duração.

Para assistir ao filme dê o play no vídeo abaixo.

Ou se preferir, leia nosso resumo em 5 minutos e entenda como funciona a pesquisa do Google.

O filme começa falando sobre o Rei Luís XIV, rei da França de 1643 a 1715.

Ele queria ter informações acerca da dinastia Qing, na China, e nessa época a maior fonte de informações era a fala.

Para obter essas respostas ele enviou pessoas em uma viagem para que elas reunissem as informações desejadas.

Cerca de 5 anos depois, os viajantes chegaram com as informações que o rei tinha solicitado.

Imagine esperar tantos anos para obter uma resposta? Parece loucura né…

Com o passar dos tempos e a evolução dos meios de comunicação, nasceu a enciclopédia, que reunia todas as informações em livros.

Você pode gostar: Dia da Terra: meio ambiente e a Constituição Federal Brasileira

No Brasil uma das mais conhecidas é a famosa Barsa, que já foi objeto de desejo de muitas pessoas.

Porém o acesso à informação era muito difícil e caro…

Você precisava ter condições econômicas de comprar uma enciclopédia ou ter acesso à uma biblioteca, por exemplo.

E apesar dos livros terem tornado a informação mais organizada do que na época do Rei Luís XIV, o acesso ainda era muito limitado.

Outro problema das enciclopédias era que as informações se tornavam obsoletas, ou seja, desatualizadas.

O mundo e as informações estão em constante mudança e uma vez impresso no papel, aquela informação não pode ser alterada.

Se houvesse algum erro na informação, ficaria errado até a próxima edição.

O transporte também era outro ponto que atrapalhava a divulgação e o acesso ao conhecimento.

Veja também: Checklist básico para construir o seu blog do zero

O mundo depois da Internet

A internet possibilitou a todos o acesso a qualquer informação em qualquer lugar do mundo.

O problema é que com o acesso a essa quantidade enorme de informações, era difícil saber como e onde procurar.

Se tornaria inviável ter acesso a tanta coisa e não ser capaz de encontrar a informação desejada.

Então o Google nasce com o objetivo de organizar essas informações.

A missão do Google é:

  • Organizar as informações do mundo;
  • Torná-las úteis para todas as pessoas;
  • Torná-las acessíveis para todos.

Se você parar para pensar, existem milhões de páginas na Internet…

Porém se a pessoa não conseguir chegar até a página que contém a informação desejada, essa informação é inútil.

Portanto, o trabalho do Google é filtrar e levar até você as informações que realmente respondem seu questionamento.

Ou seja, ele vai te mostrar as informações que mais se adequam às palavras-chave que você pesquisou.

A missão da empresa é a mesma desde sua criação:

Tornar a informação acessível para todas as pessoas, em todos os lugares do mundo, em todas as jornadas e de forma gratuita.

Mas como ele faz tudo isso? Vamos explicar no próximo capítulo.

Como funciona a busca do Google?

As informações do Google são armazenadas em servidores.

Quando você pesquisa por uma coisa, ele pega as palavras-chave da sua busca e procura no seu servidor, que tem uma cópia de toda a Internet armazenada.

Ele lista e separa todas as páginas que contém essas palavras, como um índice de livro.

As informações mais relevantes aparecerão no topo da primeira página, as menos úteis nas páginas finais.

Leia nosso artigo: O que são palavras-chave? Como aplicar no negócio digital?

E como o Google entende o que é mais importante na hora de classificar o conteúdo?

A classificação dessas páginas depende de uma série de fatores como:

  • A região em que você mora;
  • Quantas vezes a palavra-chave aparece na página;
  • O tempo que as pessoas costumam ficar nessa página;
  • A autoridade do domínio/site;
  • Entre outros.

A página que mais atender esses requisitos irá se destacar e vai aparecer no topo da primeira página.

Todo esse processo ocorre em menos de 1 segundo!

Veja nesse exemplo:

Buscamos a palavra-chave “quem foi o primeiro presidente do Brasil?”

Em 0,63 segundos o Google encontrou mais de 200 milhões de resultados para responder à pergunta.

primeiro presidente do brasil

Você deve estar pensando como o Google pode fazer isso tão rápido…

A resposta está na tecnologia.

Os algoritmos do Google servem para filtrar e levar informação de qualidade para quem pesquisa.

Você também pode gostar: Como utilizar as métricas de SEO a seu favor?

Problemas enfrentados no caminho

O filme mostra alguns problemas enfrentados pelo Google…

Segundo a empresa, seu maior inimigo é o spam.

O spam é uma página de baixa qualidade, modificada para aparecer em primeiro lugar no ranking de pesquisa do Google.

Isso acaba atrapalhando os resultados, pois o algoritmo passa a sugerir aquele site na primeira página, o que compromete o padrão de qualidade do Google.

Geralmente quem faz os spams são pessoas que querem vender alguma coisa ou ganhar clicks na página, colocando anúncios, links e propagandas falsas.

Para tentar amenizar esse problema, o time do Google faz alterações nos mecanismos de busca várias vezes ao dia.

Um outro problema enfrentado são os sites de baixa qualidade.

Como o Google só consegue mostrar aquilo que já existe na Internet.

Eventualmente uma página de baixa qualidade pode aparecer em primeiro lugar no ranking, de acordo com a palavra-chave pesquisada.

Um exemplo retratado no filme foi que muitas pessoas estavam pesquisando por “o holocausto realmente aconteceu?”

As páginas que explicam o assunto de forma histórica e científica já partem da premissa de que o holocausto aconteceu e não respondem diretamente a pergunta.

Já as páginas que apareciam como resposta à pergunta nas primeiras posições, acreditavam que o holocausto não aconteceu, sendo caracterizadas como páginas de baixa qualidade por dar informações falsas.

Ou seja, as páginas que melhor correspondiam à combinação de palavras-chave e apareciam no topo da lista eram páginas mentirosas.

Como o Google não pode mudar nem manipular os resultados que aparecem, a solução foi começar a filtrar as páginas analisando a credibilidade, as fontes e a reputação para ter mais confiabilidade.

O Google vai sugerir primeiro as páginas:

  • Mais confiáveis;
  • Com o conteúdo mais organizado, claro e original;
  • Que correspondem à combinação de palavras-chaves buscadas.

Por isso, ao utilizar o Google no marketing digital fique atento a esses princípios para ter bons resultados.

Veja também: Checklist básico para construir o seu blog do zero

Conclusão

Com o passar dos anos o Google desenvolveu novos dispositivos como o Google maps, o sistema Android, o Youtube, o Google play, para facilitar e auxiliar a pesquisa em outros campos.

Hoje o Google faz parte da Alphabet, que é um grupo de empresas, cuja maior é o próprio Google.

A Alphabet foi criada para separar os negócios do Google e se tornou a terceira maior empresa de tecnologia do mundo.

alphabet

Ainda com a mesma missão de organizar toda a informação do mundo, torná-la universalmente útil e acessível, o Google está sempre buscando evoluir para levar até você informações de qualidade de forma gratuita.

Você já sabia que o Google funciona assim?

O que mais te surpreendeu? Conta pra gente nos comentários!

E se esse conteúdo foi útil para você, considere compartilhar em suas redes sociais.

Veja também: Networking: o poder das conexões para a sua marca

Camilla Viriato
Camilla Viriato

Mineira, empreendedora e bacharel em direito, fundou o etd em 2016 por acreditar que toda pessoa tem o direito e a liberdade de saber. Através da internet, leva informação simples e organizada para milhões de pessoas.

  • {"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
    >
    Success message!
    Warning message!
    Error message!